Notícias das Paróquias

Entrevista à AMIRT sobre os 40 Anos da Rádio Mundo Melhor FM 97,7

Autor:

1. Como foram os primeiros anos da Rádio? Quais eram os desejos de vocês? Como era a equipe? Quais eram os equipamentos?

A Fundação João XXIII é a mantenedora da Rádio Por Um Mundo Melhor AM 850 que, após a migração, passou a ser a FM 93,5. Em 1978, ela adquiriu também a outorga para operar na frequência modulada: FM 97,7 canal 249. A nova emissora teve boa receptividade na cidade e região, por ter longo alcance, serviu de um canal de informação, visando sempre à melhoria da qualidade de vida do ser humano.

Nosso desejo era possuir uma Rádio moderna, com maior alcance, com o objetivo de proporcionar entretenimento, noticias da cidade e região, e contribuir para a evangelização.

Inicialmente, a equipe da FM 97,7 era formada por 4 locutores e contava com os profissionais que já atuavam na AM 850. A programação era variada, com destaque para música popular brasileira, músicas internacionais de sucesso, notícias e informações diversas, sempre com foco na evangelização.

Os equipamentos eram bem diferentes dos atuais. Na época, foram adquiridos todos os equipamentos necessários para a emissora, bem como o sistema irradiante e o transmissor que foram instalados em local privilegiado, a 1.123m de altitude, no Pico da Ibituruna, em Governador Valadares. E, nos primeiros sete anos, a emissora trabalhava só com programação gravada, a exemplo de outras emissoras da região.

Fazer rádio na década de 70 era muito mais trabalhoso. Exigia muita atenção dos operadores, pois os equipamentos não ofereciam suporte necessário. Era preciso muita agilidade e destreza para manusear todo o material e os equipamentos. O primeiro transmissor era TELAVO – Indústria e Comércio de Equipamentos para Telecomunicações Ltda., marca AVOTEL, modelo RDFM-250 A, com gerador de estéreo e S.C.A. Potencia Máxima: 0,250 KW. O conjunto de link era composto de transmissor e de receptor com antenas, marca AVOTEL, de potência de 950 MHZ, modelo FMU-6-A. O sistema irradiante era de fabricação da IMABRA – Indústria de Micro-Ondas e Antenas do Brasil Ltda. O modelo da Antena era: FMB-1000/2 Onidirecional, com ganho máximo de 0 DBD, composta por 2 elementos. Outros equipamentos se somavam para transmitir toda a programação, tais como: toca fitas, discos, o famoso long play, tape-rolo, caceteira top master, fitas magnéticas, desmagnetizador, console de áudio, microfones, receiver, amplificador, caixa acústica para retorno do áudio, mesa transmissora.

2. Qual é a identidade e qual é a importância da Rádio na região?

Nos primeiros 32 anos, a rádio teve uma programação musical eclética e nos últimos 8 anos adotou o estilo sertanejo, com o surgimento de renomados cantores deste gênero.

Atualmente, com o avanço da internet, a emissora é ouvida no Brasil e no mundo, especialmente por mineiros que residem nos Estados Unidos, Canadá e Europa, proporcionando-lhes um contato constante com a região leste mineira, através de uma equipe de jornalistas, sempre atenta às noticias e serviços diversos.

3. Como pontuam estes 40 anos?

Nestes 40 anos ressaltamos muitas ações beneficentes para Governador Valadares e região. A FM 97,7 foi a emissora que mais noticiou os boletins com informação do nível do Rio Doce, durante as maiores enchentes de 1979, 1983 e 1996, fazendo campanhas de alimentos, abrigos, roupas, colchões. Por ocasião do rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana, que inundou o Rio Doce com um ‘mar de lama’, fez várias campanhas de distribuição de água mineral e de informação da população. Todo ano, faz campanhas de alimentos para entidades carentes da cidade e região, como o Natal Solidário. Desde 2008, faz a Marcha da Apuração das Eleições.

4. Sobre a atualidade, o que a Rádio construiu de bom, quais foram suas principais conquistas?

A emissora acompanhou todos os avanços tecnológicos, tanto de equipamentos como de comunicação com os ouvintes, por meio do site de aplicativo e do WhatsApp.

Suas maiores conquistas são: transmissão de uma programação com credibilidade, destacando noticias da região, com conteúdo de qualidade, serviços, entretenimento, visando sempre à melhoria contínua da qualidade de vida da população.

5. O que esperam para os próximos anos?

Continuar a proporcionar aos ouvintes uma programação variada, atenta às mudanças tecnológicas; e proporcionar informações, em primeira mão, que beneficiem a população, com foco em princípios cristãos e pautadas pela verdade e pela ética.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido