Notícias da Igreja

A construção de uma cultura de paz é o eixo central do Dia Nacional da Juventude 2018, celebrado neste domingo

Autor:

O papel do jovem brasileiro na construção de uma cultura de paz é o foco do Dia Nacional da Juventude (DNJ) 2018 que será celebrado neste domingo, 21 de outubro. A juventude está organizada de maneira plural e com várias expressões: movimentos, grupos jovens paroquiais, grupos de PJs, novas comunidades, congregações entre outras, ressalta o bispo de Valença (RJ) e membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) dom Nelson Francelino Ferreira.

“Celebrar o DNJ é uma oportunidade de se aproximar da pluralidade das experiências e perceber a força da comunhão celebrativa das nossas juventudes, reafirmando e visualizando seu protagonismo dentro da Igreja e da sociedade”, destaca.

Neste ano, o DNJ apresenta o tema “Juventude construindo uma cultura de paz” e o lema “Disse estas coisas para que em mim vocês tenham paz, neste mundo vocês terão aflições, contudo tenham coragem, Eu venci o mundo” (Jo 16,33) e a data será comemorada no mesmo período em que acontece a XV Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos sobre a juventude, em Roma, um momento importante de protagonismo da juventude no mundo.

Para dom Nelson Ferreira, a juventude é um lugar teológico, que nos revela a inquietude do coração de Deus. “Deus é jovem”. “Que a juventude nos ajude, como Igreja, a reencontrar a ‘alegria do Evangelhos’, nos estimulando a sair de nossas estruturas e nos pôr a caminho na direção de nossos grandes desafios.  Os espaços de atuação da juventude são muito amplos e a sua ousadia nos contagiará. Ela não é só esperança, ela já é realidade transformadora é encantadora”, diz.

Essa temática da construção da cultura da paz traz para os jovens uma possibilidade enorme de caminhos para trabalhar a não violência. Dom Nelson ressalta que para construir esse caminho, os jovens precisam estar envolvidos em diversas frentes.

“Seja através da oração, meditação e tomada de consciência. Mas, sobretudo, nas rodas de conversa, através das reivindicações de políticas públicas, visando um grande pacto entre os governos, os políticos, a iniciativa privada, organizações não governamentais e a sociedade em geral para elevarmos as políticas públicas para a juventude a um lugar de destaque no debate político municipal e estadual, ocupando definitivamente seu espaço no planejamento das cidades, Estados e do governo federal”, afirma.

Ainda segundo o bispo de Valença (RJ), a CNBB foi muito feliz na escolha do tema da CF/2019 sobre Políticas Públicas. “Que possamos formar, estimular e acompanhar a nossa juventude católica a ocupar seus lugares nos conselhos paritários, nas escolas e universidades; enfim em toda a sociedade para criar políticas públicas que socorram a nossa juventude desencantada e machucadas com políticas preventivas e não repressivas, capaz de reverter esses dados estatísticos tão assustadores”, finaliza o bispo.

Programação

Neste fim de semana, o DNJ será celebrado em várias Arqui/dioceses pelo Brasil. Em Trindade (GO), o DNJ será celebrado, dia 20 de outubro, com uma gincana solidária, organizada pela Paróquia de Trindade em parceria com as Obras Sociais Redentoristas e a Juventude Missionária Redentorista.

Neste sábado também, em Belém do Pará, como a data bate com as comemorações do Círio de Nazaré, este ano o DNJ será em meio a Romaria da Juventude. Estão sendo esperados 30 mil jovens.

Já no domingo, será a vez da juventude de Pouso Alegre (MG) se reunir para comemorar a data.

No Rio de Janeiro (RJ), o DNJ será no dia 27 de outubro com uma convocação especial do cardeal Orani João Tempesta para os crismados.

Celebrações do DNJ que já ocorreram

Na Diocese de Caruaru (PE) a comemoração foi no último domingo, dia 14 e contou com a presença de aproximadamente 1.500 jovens das 19 cidades que compõem a Diocese. A proposta do evento foi incentivar o debate sobre o papel da juventude como protagonista da paz.

Em São Paulo (SP), o DNJ foi celebrado com uma grande festa no Summer Beats 2018. O evento aconteceu no dia 16 de setembro e teve a presença de diversos nomes da música católica como Rosa de Saron, Frei Gilson, Colo de Deus, Eliana Ribeiro, Thiago Brado, Adoração e Vida e Tony Allysson. A programação contou ainda com gincana, feira vocacional e missa presidida pelo arcebispo de São Paulo, cardeal dom Odilo Pedro Scherer.

Em Curitiba (PR), com articulação setorial e formação missionária, jovens de diferentes expressões e carismas se reuniram para celebrar o DNJ nos dias 29 e 30 de setembro. A missão contou com cerca de 700 jovens e aconteceu nos diferentes setores pastorais. Visitas às famílias e bênção nas casas, flash mob, visitas à asilos, arrastão nas ruas, ação social como entrega de sextas básicas, atendimento odontológico e corte de cabelos foram algumas das ações que marcaram o dia em 12 pontos de missão.

Em Jales (SP), aproximadamente 600 jovens da Diocese celebraram o Dia Nacional da Juventude, no dia 14 de outubro de 2018, no Santuário Diocesano da Santíssima Trindade (Escola Vocacional), com o tema “Juventude Construindo uma Cultura de Paz” e lema “Disse estas coisas para que em mim vocês tenham paz, neste mundo vocês terão aflições, contudo tenham coragem, Eu venci o mundo” (Jo 16,33).

O Dia Nacional da Juventude surgiu em 1985, durante o Ano Internacional da Juventude, promovido pela Organização das Nações Unidas. Todos os anos organiza-se um dia de festa da juventude, sempre com um tema importante a ser debatido e trabalhado com grupos. O DNJ acontece em todo o país todos os anos no último domingo do mês de outubro, exceto nos anos eleitorais, quando a data é alterada, como neste ano.

Fonte:
CNBB

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.requerido